Mestre Anderson Miguel participa de ensaios e encontros de Maracatu de Baque Solto, na Zona da Mata de Pernambuco, desde os 8 anos de idade. Hoje, aos 24, é cirandeiro respeitado e mestre de maracatu ​— tradição popular de origem afro-indígena elaborada por trabalhadores canavieiros do fi​m do século XIX.

 

Sonorosa, seu terceiro disco, nos atravessa por um exercício de descolonização dos sentidos, pois desmonta o discurso paternalista que associa culturas populares afro-brasileiras a um ideal folclórico.

 

Pela primeira vez em vinil, lançado pelo Três Selos com tiragem limitada de apenas 300 cópias.

 

O disco abre es